14 de Dezembro 2017
RSS
Edição:
#227
Mês:
DEZ
Ano:
2017
DESTAQUES SEÇÕES
Anthrax
M.O.D.
Tarja
Cannibal Corpse
Beyond the Black
Made in Brazil
Appice
Inglorious
Belphegor
Geoff Tate
Holocausto
Republica
Sons of Apollo
Editorial
Cenário
Roadie Mail / Top 3 / Memória
Blind Ear – Ivar Jornson (Enslaved)
Eternal Idols – Malcolm Young
ClassiCrew
RELEASES CDS/DVDS/BLU-RAY/DEMOS
Hidden Tracks – Mama’s Boys
Live Evil – Roger Waters / Helloween
Live Evil – Megadeth / Anthrax - Accept
Live Evil – ThorHammerFest
Play List – Alice Cooper
Collection – Yes
Background – Kreator – Parte 1
Colunistas
Profile – Tibet (Ajna)
Poster – Death
Anthrax
Por Guilherme Spiazzi

 

Altos e baixos, hinos, clássicos e longevidade. O Anthrax cravou seu nome no heavy metal trabalhan­do duro no momento certo, uma época em que o seu estilo estava em ebulição pelo mundo. Com dois dis­cos bem aceitos, foi em 1987 que começou a ganhar o mundo lançando Among the Living, seu terceiro trabalho de estúdio. Olhando para trás e conside­rando as palavras do nosso entrevistado, o guitarrista, letrista e fundador Scott Ian, pode-se compreender que parte do sucesso é resultado do foco e da dedicação à atividade presente, sem ficar olhando para trás ou analisando o passado. Atualmente, o Anthrax vive duas situações distintas. Além de ainda colher os frutos de For All Kings (2016) excursionando pelo mundo, celebra os trinta anos do lançamento de um dos mais estrondosos trabalhos da longeva carreira. Seja bem-vindo a este e outros assuntos num papo direto com Scott Ian! 
Roadie Crew copyrights © 2011 - All Rights Reserved - Todos os Direitos Reservados - Melhor visualizado em 1024x768