fbpx
PremiereRoadie News
Tendência

AVATAR, que abriu para o IRON MAIDEN no Brasil, anuncia novo álbum, “Dance Devil Dance”; veja o novo clipe

Por assessoria (For Music)

Os visionários do heavy metal ‘n’ roll, dark, coletivamente conhecidos como AVATAR – vocalista Johannes Eckerström(vocais), guitarristas Jonas Jarlsby e Tim Öhrström, baixistaHenrik Sandelin, e o baterista John Alfredsson – surgiram das profundezas da floresta sueca para anunciar Dance Devil Dance, seu nono álbum. Ele chega no dia 17 de fevereiro de 2023 pelo selo Thirty Tigers. Pré-encomenda-o AQUI.

Eles compartilharam o vídeo NSFW e o vídeo sanguíneo da faixa título “Dance Devil Dance”. Assista aqui… Se você tiver coragem! O clipe foi dirigido pelo diretor Johan Carlèn.

“Um dia acordei para a verdade”, diz Eckerström. “Com meu coração batendo, e um sopro pesado, eu sabia com certeza. Eu sou Satanás. A serpente e o fruto proibido com um desejo de conhecimento, liberdade e agência. Meus pés estavam se movendo. Eu pensava que estava correndo, mas estava dançando. Uma celebração. Sim, eu sou o Diabo, e acredito que um dia você pode ser o Diabo também. É minha esperança e ambição que esta canção ajude você a encontrar seu caminho até lá. Como tal, é uma celebração de amor, luxúria e democracia”.

O Avatar desfrutou de um verão bastante produtivo, fazendo uma turnê na América do Norte. Em seguida, embarcaram em alguns dos maiores shows de sua carreira – uma caminhada com o Iron Maiden, apoiando a banda nos estádios no Brasil. O Avatar também tocou em arenas apoiando o Sabaton. Eles asseguraram vagas nos principais festivais mundiais – INKcarceration, Cadott Fest, Summer Breeze, e Bloodstock ao longo do caminho.

Avatar adicionou o Véu de Maya no Reino Unido e na Europa em fevereiro e março de 2023 na Dance Devil Dance Tour. Todas as datas estão abaixo. Mais turnês nos EUA serão anunciadas em breve.

Quanto à missão do Avatar?

Eles salvarão o Heavy Metal.

Não há armas neste planeta que possam desafiar o poder da guitarra elétrica. Durante décadas, o metal tem sido a força mais poderosa conhecida pelo homem. As mordidas sonoras da guitarra expandiram os limites do que surge da união de sangue e máquina. Se o Monte Rushmore fosse esculpido para todos os titãs do gênero, ele abrangeria o globo inteiro muitas vezes. É um farol ardente, os desajustados e os rebeldes.

Com o passar do tempo, grande parte da cena se dividiu em dois acampamentos igualmente envelhecidos. O primeiro está para sempre preso no passado, não mais procurando liderar. O segundo são aqueles que esqueceram os ingredientes mais importantes para o que fez do metal o que ele era e deve permanecer. Eles perderam o contato com o diabo. Eles esqueceram como se mover. Em um gênero mais experiente com todo seu corpo, eles perderam a luxúria.

Crescemos juntos. John e Jonas fundaram a banda quando tinham apenas 15 e 14 anos de idade. Johannes juntou-se aos 16 anos, assim como Henrik e finalmente Simon, que partiu para ser substituído por Tim, nosso amigo de longa data, em 2012. Enquanto redefinimos constantemente o que fazemos e por que o fazemos, estamos entre os poucos selecionados que permaneceram como uma verdadeira banda. O metal tem sido nossa chave para o reino, nossa maneira de ver o mundo. Autofinanciando nossa estréia quando tínhamos entre 18 e 19 anos, nunca esperamos pela aprovação ou permissão de ninguém. Com DANCE DEVIL DANCE, somos intransigentes em retribuir por tudo o que recebemos.

DANCE DEVIL DANCE foi gravado no deserto sueco, longe de todo o glamour percebido da grande cidade e dos estúdios modernos. Jay Ruston (Anthrax, Mr. Bungle, Crobot, Stone Sour, Amon Amarth, Uriah Heep etc.) retornou como produtor. Ele trabalhou conosco pela primeira vez quando misturou Hail the Apocalypse, um papel que ele repreendeu em Feathers & Flesh antes de assumir a direção como produtor no Avatar Country e Hunter Gatherer. Nenhum pessoal extra era procurado nem necessário. Ficamos juntos por um mês, comendo, dormindo e respirando DANCE DEVIL DANCE, apenas nós seis.

“Você sempre ouve bandas dizerem: ‘Este é nosso melhor álbum até agora’. Este é o nosso melhor álbum até agora. É o Avatar em nosso melhor foco, mais apurado. Cada faixa é uma arma e tem um propósito. Está tudo no título, pois este álbum é nosso lançamento mais furioso, mais excitante e mais espiritual, tudo ao mesmo tempo. É uma escuta obrigatória”, diz a banda.

Com coragem e pura força de vontade, fizemos a música da única maneira que o metal deveria ser feito. O metal moderno muitas vezes se torna homogeneizado por todos usando as mesmas amostras de bateria e pré-conjuntos para guitarras. DANCE DEVIL DANCE é o som de nossos corpos em movimento, e nada mais. Parece difícil porque tocamos duro. É barulhento porque nós somos barulhentos. Toda banda conhece o desafio de captar a fúria de uma apresentação do

palco em gravação. Desta vez, conseguimos. Este álbum sangra sangue negro, batido pela estrada.

 Somos um circo de metal. A estrada é a nossa casa. DANCE DEVIL DANCE espelha toda a loucura deste mundo e do mundo além. É a celebração do feio e um desafio diante de todas as coisas consideradas belas. O metal deve fazer você se mover. Metal é música para o corpo. Não sabemos quando isso aconteceu, mas parece que em algum momento recente, a maior parte do mundo decidiu que esta música era mais gostosa sentada. Esta é uma grande tragédia e ela deve ser corrigida. Por que ter tambores, por que ter baixo, se as pessoas não mexem os pés?

E os pés se moverão de fato. Nossa música sempre foi feita para o palco primeiro, como qualquer um pode atestar, seja como uma banda de abertura para grandes como Iron Maiden ou Slipknot, ou tocando os principais palcos do Wacken, Hellfest, Download, Rock on the Range, Poland Rock, e muitos outros, ou trazendo todo o show esquisito conosco,noite após noite. De costa a costa através dos Estados Unidos da América e Canadá. Do México até o Brasil; de toda a Europa, norte, sul, leste e oeste. O mundo inteiro é nosso palco e é melhor se preparar, porque quando começarmos, todos vocês serão os brinquedos do Diabo.

AVATAR:

Johannes Eckerström — Vocal

John Alfredsson — Bateria

Jonas Jarlsby — Guitarra

Henrik Sandelin — Baixo

Tim Öhrström — Guitarra

AVATAR DISCOGRAFIA:

Thoughts of No Tomorrow (2006)

Schlacht (2007)

Avatar (2009)

Black Waltz (2012)

Hail the Apocalypse (2014)

Feathers & Flesh (2016)

Avatar Country (2018)

The King LIVE in Paris (2019)

Hunter Gatherer (2020)

“Going Hunting” (Single, 2021)

“So Sang the Hollow” (Single, 2021)

“Construction of Souls” (Single, 2021)

“Cruel and Unusual” (Single, 2021)

Marketing e Promoção no Brasil:

ForMusic – [email protected]

Foto: Johan Carlèn

A ROADIE CREW agora tem um canal no Telegram!

Participe para receber e debater as principais notícias do mundo do metal

https://t.me/roadiecrew 

Fechar
Fechar