fbpx
Roadie News

BPMD: Nova banda de BOBBY “BLITZ”, MIKE PORTNOY, PHIL DEMMEL e MARK MENGHI assina com a Napalm Records

Álbum "American Made" será lançado em 2020, trazendo covers de bandas americanas dos anos 70

A nova potência do heavy metal atende por BPMD. Trata-se de uma nova banda, formada pelos veteranos Bobby ‘Blitz” Ellsworth (vocal, OverKill), Phil Demmel (guitarra, Vio-Lence, ex-Machine Head) e Mike Portnoy (bateria, Sons of Apollo, Winery Dogs, ex-Dream Theater), e também pelo baixista Mark Menghi (Metal Allegiance). Para o lançamento de seu primeiro álbum, intitulado American Made, o supergrupo assinou com a gravadora Napalm Records.

Os integrantes do BPMD se reuniram no verão de 2019 com o objetivo de se divertirem, prestando homenagem a alguns de seus clássicos favoritos do rock, dando-lhes um toque mais pesado. Menghi comenta: “Estamos super empolgados com o nosso primeiro álbum. No verão passado, eu estava inspirado, tive essa ideia maluca e aqui estamos nós, menos de um ano depois, e isso (o álbum) verá a luz do dia em meio a estes tempos bem difíceis. O planeta precisa de algo para se sentir bem, e eu acredito, de todo o coração, que essas músicas serão suficientes. Aperte o cinto e abra caminho para o BPMD”.

Blitz acrescenta: “As sessões do BPMD foram muito divertidas. Elas nos levaram de volta às nossas raízes e até pré-raízes. À medida que se desenvolvia, todos percebíamos que era algo especial. O mesmo aconteceu com a (equipe da) Napalm Records, em (apenas) uma audição”.

O BPMD fará sua estréia ao vivo no Bulldozer Bash 5, em Old Bridge, Nova Jérsei, no sábado, 30 de maio. O evento, que ocorrerá no Old Bridge Elks Lodge, é um show beneficente para arrecadar fundos para a Old Bridge Militia Foundation, uma fundação de caridade 100% sem fins lucrativos. Os detalhes do evento serão anunciados em breve.

BPMD: Mike Portnoy, Phil Demmel, Bobby ‘Blitz’ Ellsworth e Mark Menghi

No último mês de janeiro, Phil Demmel detalhou ao “The Blairing Out With Eric Blair Show” como será o álbum de estréia do BPMD: “Todas as músicas são covers de bandas americanas dos anos 70. Chama-se American Made, e tem músicas do ZZ Top, Lynyrd Skynyrd, James Gang, Aerosmith, Grand Funk Railroad… Modernizamos todas essas músicas, não necessariamente como thrash metal, mas fizemos um tipo de versões metal delas. Achamos que encontramos um selo e estamos procurando lançar o álbum, provavelmente, no fim do primeiro trimestre ou início do segundo. Está no ar, por enquanto”.

Perguntado sobre de quem partiu a ideia de fazer um álbum de covers de rock dos anos 70, Demmel contou: “Mark Menghi. Ele disse que estava perto de sua lareira ouvindo uma música do Skynyrd e pensou: ‘Ei, quero gravar isso e juntar alguns caras’. E ele nos ligou. Voei para a casa do Portnoy e tínhamos as músicas que escolhemos. Cada um de nós escolheu duas, então, tínhamos músicas que eram do tipo de bandas que precisávamos fazer. Voamos pra casa do Portnoy na Pensilvânia. Eu voei em um dia, fiz pistas (de música), voei no dia seguinte para casa e gravei pistas de guitarra e solos em um dia. E os caras fizeram suas outras trilhas rapidamente.”

Perguntado sobre qual é a sua música favorita em American Made, Demmel respondeu: “Vou ter que dizer… Tem uma música do Blue Öyster Cult chamada Tattoo Vampire, que eu escolhi. E Buck Dharma do Blue Öyster Cult tocou nela, na verdade. Tem tipo um ‘feeling’ punk. A música original é do tipo rock and roll, mas Menghi ou Portnoy tiveram essa ideia de torná-la com uma pegada de Ramones. Então, Tattoo Vampire é a minha favorita”.

No ano passado, Demmel disse à Bax Music que a experiência com a gravação do BPMD marcou a primeira vez que ele tocava guitarra base em treze anos. “No Machine Head, Robb (Flynn) estava fazendo todas as base após (o álbum) The Blackening, ou praticamente durante The Blackening“, revelou. “E foi emocionante para mim ser o único guitarrista, tocar as bases e fazer todos os solos”, completou.

Os quatro tocam juntos também no Metal Allegiance, outro ‘dream team’ capitaneado por Menghi, Portnoy e também por David Ellefson do Megadeth e Alex Skolnick do Testament. Além de aparições ao vivo semi-frequentes com o grupo, Demmel tocou em três música do debut homônimo, lançado em 2015, enquanto que Blitz contribuiu com vocais para uma música do segundo álbum, Volume II: Power Drunk Majesty, de 2018.

 

Recomendamos Para Você

Fechar
Fechar