fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Destaques de 2020: Álbuns que serão lançados nos próximos 3 meses

Por conta de tudo que tem acontecido ao redor do mundo, é muito provável que 2020 não será um dos anos favoritos dos fãs de música. Mas, em meio a todo o desespero, medo e apreensão que nos cercam, é um alívio saber que muitas das nossas bandas favoritas permanecem trabalhando duro, e mesmo em um cenário atípico, continuam produzindo sua música. Se no primeiro semestre bandas como SEPULTURA, TESTAMENT, LAMB OF GOD, NIGHTWISH, KATATONIA, PARADISE LOST, VADER e MY DYING BRIDE lançaram novos álbuns para o nosso deleite, a ROADIE CREW elaborou uma lista com 20 ótimas opções que chegam nos próximos três meses:

  1. DEEP PURPLE – Whoosh! (Agosto)

Eles têm rock’n’roll marcado no próprio DNA, já lançaram todo tipo de música que você puder imaginar, e sem dúvida, ajudaram a construir a história da música pesada com inúmeros clássicos. Vivendo uma nova fase genial desde Now What?! (2013), o Deep Purple promete um dos melhores álbuns de 2020.

  1. ONSLAUGHT – Generation Antichrist (Agosto)

Se existe uma banda que tem uma Procuração para representar o cenário thrash britânico, pode apostar, essa banda é sem dúvida o Onslaught. Se você é daqueles que concorda que até quando eles erram a coisa dá certo (o que você acha de In Search Of Sanity, de 1989?), não tem desculpa para não ouvir este novo bombardeio de riffs.

  1. INCANTATION – Sect Of Vile Divinities (Agosto)

Um dos nomes fundamentais do metal extremo, John McEntee e o seu Incantation serão para sempre lembrados como um dos pais do death/doom metal, e um dos nomes mais reverenciados no atual cenário ‘old school’, que carinhosamente chamamos de ‘cavemen death metal’. Não deixe de conferir as razões de toda essa reverência no novo álbum.

  1. UNLEASH THE ARCHERS – Abyss (Agosto)

Eles não são novatos, mas também não são veteranos. Ativo desde 2007, o Unleash The Archers chega ao seu quinto álbum completo de estúdio, e promete mais uma overdose de ótimos riffs, melodia e doses contagiosas de death metal.

  1. NECROT – Mortal (Agosto)

Eles são jovens, mas a sua música traz o peso dos séculos em cada riff. Praticantes do hoje novamente reverenciado ‘old school death metal’, estes californianos chegam agora apenas ao seu segundo álbum completo, e já reivindicam o seu lugar entre os grandes do estilo.

  1. VENOM – Sons Of Satan (Agosto)

Quando Cronos (baixo e voz), Mantas (guitarra) e Abaddon (bateria) se uniram emu ma banda, eles revolucionaram tudo aquilo que era conhecido como música pesada. Daquela formação inicial, quatro álbuns clássicos foram forjados entre 1981 e 1985. Lendário por natureza, este não é um novo álbum, mas não tenho dúvida de que todos agradecemos qualquer oportunidade de colocar as mãos sobre material raro dos grandes criadores do metal extremo.

  1. AVATAR – Hunter Gatherer (Agosto)

Unir elementos teatrais, pinturas faciais, figurinos chamativos e música pesada já não é uma novidade desde que o primeiro riff soou em uma guitarra elétrica, mas ainda assim os suecos do Avatar conseguem surpreender com cada novo álbum. Será que eles farão o mesmo com esse Hunter Gatherer, que sairá em 7 de agosto?

  1. ZAKK SABBATH – Vertigo (setembro)

Desde que entrou para a banda de Ozzy Osbourne na segunda metade da década de 80, o guitarrista Zakk Wylde precisou encontrar uma maneira única de entoar os velhos clássicos do Black Sabbath, afinal, ele estava diante do próprio Príncipe das Trevas em pessoa! Se o seu Zakk Sabbath chegou para honrar o legado da lendária banda inglesa, este Vertigo chega para celebrar na íntegra os clássicos do primeiro álbum da lenda de Birmingham, lançado há 50 anos.

  1. SKELETAL REMAINS – The Entombment of Chaos (Setembro)

Com seus três primeiros álbuns, estes  californianos chamaram enorme atenção no circuito do metal extremo, e despontam entre as principais revelações do gênero na última década (inclusive com seus três álbuns lançados no Brasil!). Em seu quarto álbum, conseguiram eles finalmente obrigar os incrédulos a enxergar o quadro completo e cessar as comparações eternas com Asphyx/Pestilence? Veremos.

  1. CARNATION – Where Death Lies (Setembro)

Quase o mesmo caso vivido pela banda citada acima, os belgas do Carnation também ocupam lugar de destaque na nova geração do death metal, e também já contam com seu material lançado em nosso país. Angustiadamente aguardado desde o seu anúncio, Where Death Lies é apenas o segundo álbum completo do grupo, e chega para reafirmar que Chapel Of Abhorrence não foi apenas ‘sorte de principiante’.

 FINNTROLL – Vredesvavd (Setembro)Sempre que uma banda com muitos fãs passa um longo período sem lançar novo material, a expectativa fica alta, e a cada dia fica mais difícil não frustrar os fãs. Com álbuns álbuns clássicos do folk/black no catálago, é quase aposta certa que o Finntroll não decepcionará, como você pode conferir no single Ormfolk, já disponível para audição.

  1. HEATHEN – Empire Of The Blind (Setembro)

Certo, quando você pensa em thrash metal da Bay Area de San Francisco, o Heathen não é um daqueles grupos que salta na sua cara, mas acredite, é um dos melhores. E a entrada do guitarrista Lee Altus para o Exodus (em 2005) ajudou a colocar novos holofotes sobre o grupo, que lançou seu álbum mais recente, The Evolution of Chaos, em 2010. Sinceramente, este é um dos álbuns que mais espero ouvir no ano!

  1. NAPALM DEATH – Throes Of Joy In The Jaws Of Defeatism (Setembro)

Convenhamos, já faz muito tempo que o pessoal compreendeu que sempre é justo aguardar muito barulho e altas doses de experimentalismo em um novo álbum do Napalm Death. E acredite no que vou dizer, este é um dos álbuns mais completos dos ingleses, em ambos os sentidos. Pré-vendas, cadê vocês?

  1. KATAKLYSM – Unconquered (Setembro)

Daquele death metal extremamente brutal dos primeiros dias, que ficou mundialmente conhecido como ‘northern hyperblast death metal’ ao groove death metal dos dias atuais, a verdade é que o Kataklysm se mantém como um ótimo nome no cenário, e faz o seu trabalho sempre com muita qualidade? Brutalidade ou groove? Eu desejaria o primeiro, mas aposto no segundo. Ainda assim, mal vejo a hora de conferir o resultado completo!

  1. ENSLAVED – Utgard (Setembro)

Certo, eles não são mais aqueles garotos que mudaram a forma como se praticava o viking death metal na Noruega, mas continuam inovadores, criativos e extremamente influentes em um mundo que parece só existir no underground, longe dos holofotes. Introspecção, música extrema, doses cavalares de prog rock, tudo deverá estar mais uma vez no novo álbum do Enslaved, que chega em setembro.

  1. THE OCEAN – Phanerozoic II: Mesozoic | Cenozoic (Setembro)

Você pode chamados de The Ocean Collective, ou simplesmente de The Ocean, tanto faz, a verdade é que eles continuam como uma das bandas mais criativas do cenário, e chegam agora ao seu nono álbum completo de estúdio (contando as duas versões de Phanerozoic I: Palaeozoic, de 2018, como um único registro). Sabe aquele caso em que esperar para ser surpreendido é a melhor opção?

  1. RAVEN – Metal City (Setembro)

Eles são uma das bandas clássicas da NWOBHM, e continuam com os irmãos Gallagher na linha de frente, então você ‘meio que’ já sabe o que esperar. Mas, e se eu te disser que desta vez eles contaram com Mike Heller (Malignancy, Gorepunch, Fear Factory) na bateria, e que Metal City tem até ‘blast-beats’? Sim, aguarde por novidades no campo, o Raven está de volta!

  1. PALLBEARER – Forgotten Days (Outubro)

Na ativa desde 2008, eles se tornaram uma das grandes sensações do doom metal nos nossos dias, e os seus três álbuns completos anteriores são belíssimos exemplos de música pesada (e lenta). Com o mais recente capítulo de sua obra lançado há três anos (Heartless, 2017), o quarteto do Arkansas também aparece como um dos mais aguardados desta segunda metade de 2020.

  1. AMARANTHE – Manifest (Outubro)

Nem todo mundo acha uma paçoca de tão bom, mas é verdade que a banda liderada pela vocalista Elize Ryd é uma das que mais chama atenção nos últimos anos. Com cinco discos lançados (o mais recente deles, Helix, em 2018), o Amaranthe promete boas novidades para os seus seguidores, que já podem desfrutar do vídeo oficial para o single Viral.

  1. DEVILDRIVER – Dealing With Demons I (Outubro)

Mais uma daquelas bandas tão amadas quanto odiadas, a DevilDriver, liderada pelo vocalista Dez Fafara, nunca fez merecer todo o ódio proveniente da mais antiga banda de seu vocalista, o ‘infame’ Coal Chamber. Depois de lançar o álbum ‘country metal’ Outlaws ‘Til the End, Vol. I em 2018, eles prometem voltar com força total em 2020, seja lá o que isso queira dizer. Esperaremos para ver!

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Apoie nosso jornalismo com uma contribuição de qualquer tamanho.
Seu apoio ajuda a continuarmos melhorando o conteúdo do site com entrevistas exclusivas, resenhas de shows, notícias e artigos. Toda contribuição, por maior ou menor que seja, é muito valiosa para nós. Clique em Doações

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #278
Janeiro/Fevereiro

SIGA-NOS

43,2k

57k

17,4k

1k

22,3k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes