fbpx
Roadie News

ERIC MARTIN afirma que MR. BIG voltará aos palcos em 2023: “É hora! Estou animado com isso”

Em um ano de idas e vindas no rock e no heavy metal, 2022 realmente está ficando marcado pelos anúncios de aposentadoria de algumas bandas, porém de retorno de outras. Pantera Biohazard, por exemplo, animaram muitos fãs ao retomarem suas atividades, e agora o vocalista Eric Martin garante que o Mr. Big irá voltar a excursionar. A confirmação aconteceu em recente entrevista de Eric ao Border City Rock Talk, ao ser perguntado se o Mr. Big se reunirá para gravar novas músicas e fazer shows em 2023. 

“Sim. Não estou cem por cento (certo) quanto a parte de gravação, porém, sim, faremos (shows). Definitivamente, vamos fazer uma turnê”, garantiu o cantor que há poucos dias esteve no Brasil. 

“Definitivamente, vamos fazer uma turnê”, continuou. “Não sei quando, mas será em meados de 2023. É hora de fazer isso, e pode ser até hora de dizer adeus também”, sugeriu. 

“Não sei para onde estamos indo, mas todos nós (da banda) concordamos em fazer – sair em turnê. Estou animado com isso”, declarou. “É hora de fazer isso, porque não há banda melhor em que eu já estive. Eu toquei com muitos grandes músicos – quero dizer, toneladas. Eu nem quero nomeá-los. Toneladas de guitarristas realmente talentosos, baixistas, bateristas, tecladistas, cantores, mas, tocar com meus meninos – Billy Sheehan Paul Gilbert -, eles são os melhores dos melhores”, completou.

Eric também comentou a revelação do baixista Billy Sheehan de que o Mr. Big já tem um novo baterista para o lugar de Matt Starr, que vinha substituíndo o saudoso Pat Torpey: “Realmente não posso falar sobre o baterista ainda, mas temos alguém que estamos olhando”. Confira abaixo a entrevista completa de Eric Martin ao Border City Rock Talk.

Em novembro de 2021, houve rumores de que o brasileiro Edu Cominato (Jeff Scott Soto/Spectra), que em 2018 teve a oportunidade de tocar com Billy Sheehan na NAMM, seria o novo baterista do Mr. Big. Na ocasião, a ROADIE CREW conversou com o próprio Edu (leia aqui), que admitiu ter estado muito próximo de ser chamado pela banda. “Recebi o convite para um teste pelo Billy Sheehan e mais tarde pelo Eric Martin também. Aproveitando a passagem do Paul Gilbert pelo Brasil para uma clínica, nós fizemos uma jam e foi super legal, rolou super suave, ali senti que rolou uma química boa”. 

Por sua vez, em entrevista ao Another FN Podcast with Izzy Presley, da revista americana Metal EdgeMartin contou na época sobre como o nome de Edu Cominato foi sugerido: “Matt Starr estava tocando conosco como baterista (principal) e Pat estava tocando com um kit pequeno ao lado e fazendo todos os vocais de apoio. E ele foi ótimo. Ele faleceu e tínhamos alguns shows agendados – uma turnê agendada na Austrália com o Extreme. Também fizemos alguns clubes e festivais na Europa com o Fozzy. E eu olho para trás e Pat Torpey não está mais lá, apenas Matt está. A banda parecia tão diferente para mim. Era a (mesma) música, porém soa diferente do Mr. Big. Então, caímos na estrada e discutimos se talvez outro baterista pudesse fazer uma última turnê – um último ‘hurra!’. E eu sugeri esse garoto – seu nome é Edu Cominato. Ele era um grande baterista. Toca com Jeff Scott Soto Geoff Tate também. Ele é um baterista fenomenal e sabe cantar. E, na realidade, Paul foi para a América do Sul e fez algumas clínicas ou alguns shows e se encontrou com Edu e eles tocaram juntos”.

A ROADIE CREW agora tem um canal no Telegram!

Participe para receber e debater as principais notícias do mundo do metal

https://t.me/roadiecrew

Recomendamos Para Você

Fechar
Fechar