fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

JUDAS PRIEST: Cirurgia cardíaca de RICHIE FAULKNER foi bem sucedida e seu estado é “estável”

Na última segunda-feira (27), a comunidade headbanger em todo o mundo foi acometida pela preocupante notícia de que o jovem guitarrista do Judas Priest, Richie Faulkner, de 41 anos, precisou ser internado devido a “graves problemas cardíacos”, segundo informado pela própria banda britânica através de comunicado via Chipster PR. Em decorrência desse ocorrido, o Priest preferiu cancelar o restante de sua turnê “50 Heavy Metal Years”, pela América do Norte, que teve início no dia 8 de setembro, na Pensilvânia (EUA), e deveria terminar no dia 5 de novembro, em Hamilton, Ontário (CAN).

A notícia deixou muita gente preocupada com o estado de Faulkner, no entanto, sua esposa Mariah Lynch (filha do guitarrista George LynchDokken, Lynch Mob, Sweet & Lynch, Dirty Shirley) veio a público no dia de ontem (28) e publicou em seu Instagram um comunicado dizendo que o guitarrista passa bem após a cirurgia a qual foi submetido.

“Obrigada à todos por todas as suas mensagens. Tentarei entrar em contato com vocês assim que eu puder. Richie foi submetido a uma grande cirurgia cardíaca de emergência. Ele está estável e descansando. Se você o conhece, sabe o quão resistente e forte ele é. Tão forte que ele terminou o show e manteve os cabelos esvoaçantes. Não há ninguém como ele. Estaríamos perdidos sem ele”.

Richie Faulkner e Rob Halford no palco do “Knotfest”, na Califórnia (EUA), em 2015 | Foto: Paul A. Hebert / Invision / Associated Press

O icônico Rob Halford também publicou uma mensagem no Instagram, mediante a informação de Mariah:

“Boas notícias, metal maniacs! Como vocês devem ter visto através da linda esposa de Richie, nosso Falcon está estável e descansando após ser submetido a uma extensa cirurgia cardíaca”.

Richie Ian Faulkner entrou para o Judas Priest há exatos dez anos, substituindo o guitarrista de longa data KK Downing. Antes disso, Faulkner havia tocado com bandas como Voodoo Six, Deeds, Ace Mafia, Parramon, Primitai e com a filha de Steve Harris (Iron Maiden), Lauren Harris. Ele também participou do álbum Charlemagne: The Omens of Death (2013), do saudoso ator britânico Christopher Lee. A estreia de Faulkner no Judas Priest aconteceu no dia 25 de maio de 2011 (um mês após sua entrada na banda) no programa de TV American Idol, onde o grupo tocou seus hinos Living After Midnight e Breaking the Law junto com James Durbin (estatístico e econometrista britânico). Com Faulkner, que começou fazendo dupla na banda com o veterano Glenn Tipton e que desde 2018 divide as guitarras com Andy Sneap (substituto de Tipton nos palcos, devido ao mesmo sofrer de Mal de Parkinson), o Priest gravou os álbuns Redeemer of Souls (2014) e Firepower (2018).

No dia 15 de janeiro do ano passado, Richie Faulkner comunicou em seu twitter que o Judas Priest estava dando início ao processo de composição do sucessor de Firepower e afirmou que ele já tinha várias ideias para o álbum: “Eu, Glenn (Tipton) e Rob (Halford) estaremos nos reunindo no próximo mês para começar a montá-lo”, escreveu ele. “Eu tenho muitas ideias em que estou trabalhando, só precisamos nos reunir e ver qual mágica metálica nós podemos criar”.

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse www.roadiecrew.com/roadie-shop

Apoie nosso jornalismo com uma contribuição de qualquer tamanho.
Seu apoio ajuda a continuarmos melhorando o conteúdo do site com entrevistas exclusivas, resenhas de shows, notícias e artigos. Toda contribuição, por maior ou menor que seja, é muito valiosa para nós. Clique em Doações

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #279
Março/Abril

SIGA-NOS

44,2k

57k

17,3k

1k

22,5k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes