fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

LION HEART – O FERRO DO ESCORPIÃO [9,0/10]

“Muita vontade de vencer”. Essa frase extraída da letra de Rock Vai Rolar, música que abre o novo álbum da Lion Heart, O Ferro do Escorpião, diz muito sobre essa lendária banda carioca, que agora se resume ao duo Thiê Rock (vocal) e Lion Brandon (guitarra e demais instrumentos). Lutando com a Lion Heart há dezoito anos, Thiê e Lion seguem fieis ao que acreditam, sem se importarem com o fato de que no Brasil o hard rock – ainda mais cantado em português – nunca recebeu o devido valor. Para a dupla, o rock nunca deixou de rolar, nem mesmo quando a banda foi alvo de galhofas virtuais, muitas vezes por parte de quem não entende a essência do hard rock e que não nasceu com a ‘adrenalina na veia’ ou com ‘tesão para viver’ esse que é um dos gêneros mais explosivos da história do heavy metal. É aquilo: você não escolhe o hard rock, é ele quem escolhe você! E ele certamente escolheu essa dupla.

E como se não bastasse o medonho ano de 2020 estar sofrendo com as consequências da demorada pandemia do maldito novo coronavírus, o heavy metal anda sério demais e meio ‘caretão’. Por mais que eu goste e respire praticamente todos os estilos dentro do heavy metal (do pop rock ao black metal), o meu favorito é o hard rock, e é exatamente por isso que às vezes sinto-me como aquelas crianças participando da velha “Porta dos Desesperados”, do Sergio Mallandro: abro a porta de um gênero e o que ouço fala de morte e guerra; abro outra e dá-lhe temas sobre tristeza, solidão e depressão; vou na outra e tome músicas com teor político. Mas, cadê a diversão? Cansei de abrir portas e ver sair o homem-gorila, quero abrir a que tem o videogame! O que quero dizer com essa metáfora é que é justamente isso que você vai ter no novo álbum da Lion Heart, nada de guerra, política e nem tristeza, mas sim músicas canastronas e divertidas, cheias de riffs e solos de muita qualidade, além de refrões que grudam na mente. Isso sem contar que Thiê Rock segue cantando com seu habitual estilo ‘carioca da gema’, que acaba sendo um diferencial da banda.

Thiê Rock e Lion Brandon | Foto: Jorge Brandão

Desde seu segundo álbum, Viver Pra Detonar, sucessor do debut Coração de Leão, a Lion Heart levou 11 anos para lançar um novo ‘full lenght’ – embora nesse período tenha soltado um EP e uma coletânea. É clichê dizer, mas a espera valeu à pena, pois O Ferro do Escorpião é simplesmente o melhor álbum da Lion Heart.

Entre os destaques de O Ferro do Escorpião temos a mencionada Rock Vai Rolar. Escolhida para primeiro single/clipe do álbum, ela é um ‘rockão’ alto astral e de refrão chiclete, que ao final é repetido de modo acústico – o que remete ao desfecho dado pelo grupo americano Danger Danger em Get Your Shit Together, música de seu segundo álbum, Screw It!, de 1991. Outra que garante a diversão é Indecente, onde Thiê tira onda em uns falsetes caricatos, à lá Justis Hawkins (The Darkness), em alguns finais de estrofes. Apesar de totalmente hard, Entre Quatro Paredes começa com um riff pesado que soa como Accept, mesmo em termos de timbre de guitarra.

Duas das músicas mais legais vêm na sequência e agradarão, principalmente, quem curte duas ótimas bandas nacionais que deixaram saudade, Taffo e Anjos da Noite. Falo das ótimas O Ferro do Escorpião e do mais novo hino do hard nacional: Embaixo da Lua. Essa segunda não só já é a minha favorita do álbum como também de toda a carreira da Lion Heart. Se o hard te escolheu, você viciará nos riffs (e devo destacar o belo solo) e no refrão dessa que, conforme informado por Thiê, deverá ser a próxima do álbum a ganhar videoclipe.

Mais uma que te fisgará é Suingue. Essa conta com riffs e arranjos ‘funkeados’ e dançantes que fazem jus ao título e evidenciam influência de Nuno Bettencourt (Extreme). Aliás, se você aprecia guitarristas como Nuno, Eddie Van Halen, Reb Beach, Wander Taffo, George Lynch, Vito Bratta, Bruce Kulick, Andy Timmons e outros de pegada técnica e com groove, melodia e bom gosto, comece a prestar atenção em Lion Brandon.

Se você, assim como eu, sentiu-se “órfão” de um bom lançamento nacional de hard rock em 2020, confira agora mesmo esse O Ferro do Escorpião no Spotify, pois ele salvou a “lavoura”, e em alto nível, inclusive em termos de produção – assinada pela dupla em parceria com Celo Oliveira. Se curti-lo, adquira o material físico, pois não há melhor maneira de incentivarmos a manter vivo um dos poucos grupos que ainda seguem produzindo hard rock no Brasil.

Que bom seria se outras bandas representantes do gênero no país não “morressem na praia” e tivessem a atitude e a coragem que a Lion Heart tem de, apesar das dificuldades, manter-se ativa, fazendo o ‘rock rolar’.

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse www.roadiecrew.com/roadie-shop

Apoie nosso jornalismo com uma contribuição de qualquer tamanho.
Seu apoio ajuda a continuarmos melhorando o conteúdo do site com entrevistas exclusivas, resenhas de shows, notícias e artigos. Toda contribuição, por maior ou menor que seja, é muito valiosa para nós. Clique em Doações

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #279
Março/Abril

SIGA-NOS

45k

57k

17,3k

989

22,6k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes

plugins premium WordPress