fbpx
Roadie News

MAYHEM: Confira a nova música, “Worthless Abominations Destroyed”

O MAYHEM, nome pioneiro do black metal norueguês, lançará seu novo álbum de estúdio, Daemon, em 25 de outubro. Abaixo você confere Worthless Abominations Destroyed, o primeiro single deste novo álbum.

Daemon não é uma continuação direta de Esoteric Warfare. Como todos os álbuns do MAYHEM antes, Daemon só representa a si mesmo. É um lobo solitário e singular. De fato, Daemon também não é um novo capítulo na carreira célebre do MAYHEM. Pelo contrário, é um novo tomo, de caráter autoritário e selvagem. Composto com a mesma formação – Necrobutcher (baixo), Hellhammer (bateria), Attila (vocal), Teloch (guitarra) e Ghul (guitarra) – que lidou com Esoteric Warfare e tocou De Mysteriis Dom Sathanas na íntegra nos últimos anos, Daemon não é um retorno para canções clássicas como Freezing Moon, Pagan Fears ou Buried By Time And Dust. Isso é o que foi o álbum ao vivo, De Mysteriis Dom Sathanas Alive (2016). Daemon é mudança, uma oportunidade para a boca do inferno se abrir mais.

“O MAYHEM sempre será o MAYHEM“, afirma o guitarrista / compositor Teloch. “Se colocarmos o gênero de lado um pouco, ninguém mais soa como o MAYHEM. Mesmo quando De Mysteriis saiu, ele não foi inicialmente considerado um álbum de black metal, se minha memória não falha. Difícil de rotular essa banda. ‘Metal’ seria o mais adequado. Não é puro black metal na minha opinião. Apesar da opinião geral, não tenho certeza se é, mas as pessoas podem chamar do que quiserem, se é black metal para elas, então, tudo bem. Nós realmente não nos importamos. Para mim, é importante manter algum tipo de vibração de black metal, pelo menos”.

O processo todo foi concebido em diferentes lugares. O MAYHEM entrou no NBS Audio Studio (também conhecido como Necromorbus Studio) em Söderfors, na Suécia, para gravar bateria e vocais com o produtor / engenheiro de som Tore Stjerna. O recém instalado Studio A, instalado em uma antiga igreja, recebey Hellhammer e Attila Csihar para gravar suas respectivas partes para Daemon. Então Ghul gravou suas guitarras na Holanda, enquanto o baixo foi projetado por Teloch e tocado por Necrobutcher no Lupercal Studio em Oslo, Noruega. Teloch levou suas faixas de guitarra para o SleikBallaMi Studio, também em Oslo. Daemon foi então levado de volta para Stjerna para mixagem, e enviado para Thomas Johansson no The Panic Room para masterização. O processo todo levou cerca de três meses para ser concluído.

Confira o tracklist:

  1. The Dying False King
  2. Agenda Ignis
  3. Bad Blood
  4. Malum
  5. Falsified And Hated
  6. Aeon Daemonium
  7. Worthless Abomination Destroyed
  8. Daemon Spawn
  9. Of Worms And Ruins
  10. Invoke The Oath

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Fechar
Fechar