fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

NO WARNING / ANGEL DU$T – São Paulo (SP)

16 de março de 2024 – Jai Club


Por Guilherme Góes
Fotos: Ygor Monroe

Para a alegria do público hardcore paulistano, surge uma nova produtora dedicada a atender às demandas da cena. Após décadas de experiência na organização de eventos no interior do estado de São Paulo, especialmente na cidade de Piracicaba, o produtor Bruno Genaro finalmente estreou a New Direction Productions na capital, no último sábado (16), na Jai Club. Para a “festa de inauguração” da marca, dois nomes de peso do cenário mundial foram escalados: os canadenses do No Warning e os americanos do Angel Du$t.

A abertura do evento ficou por conta das bandas Joker e Stomp. Embora possa haver alguma falta de familiaridade entre parte do público, especialmente aqueles que geralmente costumam aparecer apenas em shows de bandas internacionais, ambos os grupos contam com integrantes conhecidos da cena hardcore paulistana. Vale destacar que o Stomp já realizou uma turnê pela Europa em 2016, chegando a se apresentar no lendário festival Ieperfest.

Antes dos canadenses do No Warning subirem ao palco, Bruno Genaro expressou sua gratidão pela presença dos fãs e compartilhou sua antiga aspiração de organizar eventos na capital paulista. Em um momento de conexão com a plateia, Genaro também fez menção aos shows anteriores em Curitiba, destacando sua qualidade, mas incentivando os presentes a demonstrarem a força e a energia única da cena hardcore de São Paulo.

Na sequência, o vocalista Ben Cock e companhia deram início ao set com “Behind These Walls”, transformando o espaço em um verdadeiro pandemônio, com dezenas de pessoas subindo ao palco logo após os primeiros riffs. Sem perder o ânimo, o show continuou em um ritmo frenético, com a banda percorrendo faixas de todos os seus álbuns, desde os clássicos do “III Blood” (2002) e “Suffer, Survive” (2004) até faixas mais recentes presentes em “Torture Culture”, lançado em 2017. O hardcore caracterizado por breakdowns intensos, batidas aceleradas e até mesmo algumas passagens com rimas que remetiam ao nu metal, incentivou os fãs a se lançarem em stage dives e até mesmo a realizarem o infame “Crowd Killing”, uma versão mais agressiva do moshpit, onde os participantes batem nas pessoas ao redor sem restrições. Em certo momento, um entusiasta acabou colidindo com um dos alto-falantes posicionados no teto do clube. Já outro rapaz acabou se machucando seriamente e precisou ser retirado da casa.


Apesar dos incidentes, o clima do show permaneceu animado, com Ben incentivando a participação dos fãs a todo momento. Surpreendentemente, até membros do Angel Du$t participaram nos stage dives. No entanto, a apresentação durou apenas 30 minutos, apesar de estar programada para 50 minutos, o que levantou especulações sobre a possibilidade de a banda ter esgotado seu repertório de músicas ensaiadas, já que não costumam tocar ao vivo com frequência conforme comentado por Ben em entrevista à Roadie Crew.

Pontualmente às 22h30, os membros do Angel Du$t apareceram no cenário ao som de uma introdução sonora que ecoava pelos alto-falantes. Com o término da introdução, “Toxic Boombox” irrompeu, trazendo de volta os stage dives, agora em um frenesi ainda mais violento. Para alguns, a ausência de músicas dos discos “Xtra Raw” e “A.D.” (ambos lançados em 2016) pode ter sido decepcionante, já que o repertório exibido foi dominado por faixas do aclamado álbum “Brand New Soul” (2023), como “Love Slam”, “Very Aggressive”, “Sippin’ Lysol” e “Space Jam”. A sonoridade que marca essas canções é uma fusão perfeita entre o indie rock psicodélico, reminiscente do Wavves, e a energia vibrante do dreamcore dos últimos trabalhos da Turnstile.

Sem dúvida, a presença de palco do carismático vocalista Justice Tripp foi um dos destaques do set. Mesmo sob o calor intenso, o frontman dançou, pulou e incentivou a participação dos fãs, não se incomodando em nenhum momento quando a galera tentava tomar seu microfone. Em certo momento, ele compartilhou uma experiência peculiar de encontrar uma capivara nas ruas de São Paulo, e até mesmo brincou ao entoar o refrão da música russa “Капибара”, que se tornou um fenômeno no Tik Tok. Na reta final, durante “Stay”, Tripp dividiu trechos da música com os fãs próximos ao palco, e em “Set Me Up”, liderou uma invasão de garotas ao palco, encerrando a noite em meio a uma atmosfera de pura euforia.

Com uma estreia marcada por shows insanos, um clima convidativo e um público lotando a Jai Club, a New Direction Productions fez uma entrada triunfante na cena de São Paulo. Certamente, uma demonstração impressionante do potencial do cenário hardcore paulistano e da visão promissora da produtora.

Setlist – Angel Du$t:
Toxic Boombox
Take My Love
Brand New Soul
Love Slam
Space Jam
Turn Off the Guitar
Stepping Stone
Truck Songs
Big Bite
On My Way
Very Aggressive
Sippin’ Lysol
Let It Rot
Headstone
Stay
Set Me Up

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #280
Maio/Junho

SIGA-NOS

45,3k

57k

17,3k

990

22,7k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes

plugins premium WordPress