fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Revelado quinto teaser da trilha do documentário de NICK MENZA, saudoso ex-baterista do MEGADETH

Um novo teaser da trilha sonora do aguardado documentário de Nick Menza, This Was My Life: The Story Of Nick Menza, foi disponibilizado. Agora para a versão demo da música The Endless Eye.

The Endless Eye, com Menza, foi composta por Bryce Maopolski e Reece Maopolski da banda Brotality. A letra foi também foi escrita por ambos.

Confira:

A trilha do documentário fornecerá um álbum póstumo bastante diversificado, porém digno da música pesada. O LP conterá 12 faixas com levadas de bateria desenterradas e inéditas que Menza gravou para um projeto que ele montou em 2013 chamado “The Atomic Disintegrators” e acredita-se que sejam algumas das gravações finais de bateria de estúdio que ele deixou gravadas. O também ex-Megadeth David Ellefson tocou em algumas das faixas e também atuou como produtor executivo do projeto.

Até o momento, 14 músicas foram concluídas e estarão disponíveis no próximo documentário longa-metragem e, posteriormente, lançadas sob a alcunha de The Atomic Disintegrators. Segundo os produtores, esse é um dos materiais de bateria mais pesados ​​que Menza gravou dois anos antes de sua morte trágica. 

Quando Menza foi questionado sobre seu projeto The Atomic Disintegrators em setembro de 2013 pelo jornalista de rock hondurenho Alvaro Villatoro (também conhecido como Lemmy Simmons), o baterista afirmou: “Tenho outro disco na lata agora e estou pronto para lançá-lo. É chamado de The Atomic Disintegrators. Esse é o nome do meu novo projeto e é muito pesado. Estou muito animado. E estou procurando ver se há outros músicos por aí, sejam eles conhecidos ou desconhecidos. Porque agora sou só eu fazendo tudo e não posso fazer uma turnê sozinho. Mas definitivamente posso lançar algumas faixas e ver o que acontece a partir daí. Estou tentando fazer um desenho animado para a TV e uma história em quadrinhos. E é (tudo) muito legal.”

Menza acrescentou: “Todo o conceito é The Atomic Disintegrators. Tem algumas coisas governamentais, conspiratórias e alienígenas. É principalmente sobre coisas atuais que estão acontecendo no mundo. E a música é muito metal, mas com um estilo mais contemporâneo, tipo Meshuggah, Opeth, Gojira… É pesado.”

Foto: Alex Solca

Os músicos colaboradores que participaram do processo de escrita e gravação da trilha sonora do comentário This Was My Life: The Story of Nick Menza são os seguintes:

  • David Ellefson (ex-Megadeth)
  • Steve DiGiorgio (Testament)
  • Rob Cavestany (Death Angel)
  • Lars Frederiksen (Rancid)
  • Andy Martongelli (Ellefson/Soto)
  • Dino Jelusick (Trans-Siberian Orchestra)
  • Bernth Brodträger (artista solo)
  • Dave Links (Overkill)
  • Michael Gilbert (Flotsam and Jetsam)
  • John Howard (Threat Signal)
  • James MacDonough (Iced Earth / Megadeth)
  • Ilias Papadakis (Memorain)
  • Chris Valagao (Zimmers Hole)
  • Davor Garasic (Sufosia)
  • David Corral (L.A. Calling)
  • Stephanie Jayne (artista solo)
  • Marialena Trikoglou (artista solo)

 

O co-produtor David Ellefson concluiu recentemente a narração do filme. A produtora executiva, diretora e editora Holly Mollohan da, Screaming Butterfly Entertainment, está atualmente no estúdio editando o trailer oficial do filme. Como relatado anteriormente, a Screaming Butterfly Entertainment, com sede em West Virginia, anunciou o lançamento do documentário ainda para 2023.

O manager pessoal de longa data de MenzaRobert Bolger, afirmou: “Examinar toda a coleção de fitas VHS pessoais e privadas de Nick, fotos e arquivos de áudio foi, de longe, a melhor parte em fazer este documentário. Existe muito material que passei listando todas as faixas inéditas de bateria, reunindo todas as filmagens dos shows ao vivo, backstage, cenas no tourbus, no estúdio, com fãs e entrevistas; foi uma tarefa absolutamente incrível juntar tudo. Que vida incrível Nick viveu e um legado que ele deixou para trás”.

O manager pessoal de longa data de MenzaRobert Bolger, afirmou: “Examinar toda a coleção de fitas VHS pessoais e privadas de Nick, fotos e arquivos de áudio foi, de longe, a melhor parte em fazer este documentário. Existe muito material que passei listando todas as faixas inéditas de bateria, reunindo todas as filmagens dos shows ao vivo, backstage, cenas no tourbus, no estúdio, com fãs e entrevistas; foi uma tarefa absolutamente incrível juntar tudo. Que vida incrível Nick viveu e um legado que ele deixou para trás”.

A família de Menza afirmou: “Estamos empolgado para que os fãs vejam a vida que Nick viveu antes, durante e depois do Megadeth; foi uma jornada e tanto. Fique ligado para um documentário épico. Como Nick diria, ‘Vai ser radical!”.

This Was My Life… será o primeiro filme a homenagear o legado de Menza e a celebrar sua vida exatamente como ela foi. É descrito em um comunicado de imprensa como “uma exploração inabalável da vida de um dos bateristas de thrash metal mais bem sucedidos de todos os tempos, autorizada pela família Menza. Desde a infância até o fim de sua vida, incluindo um verdadeiro relato pancada por pancada das repetidas tentativas fracassadas de reunião da formação clássica do aclamado álbum do Megadeth, Rust in Peace (1990).

O filme apresentará fotos raras nunca antes vistas e vídeos da coleção de fitas VHS de Nick, filmadas por ele mesmo entre os anos de 1988 e 1991. Conteúdo exclusivo estará incluído, mostrando Nick trabalhando em estúdio, filmagens caseiras de cunho pessoal, tempo livre e festas com Dave MustaineDavid Ellefson e Marty Friedman, bem como com outros músicos conhecidos da época, com os quais Nick e o Megadeth excursionaram.

O doc incluirá entrevistas com a família Menza e amigos próximos, além de ex-membros do Megadeth, tais como Chris PolandJeff YoungChris Adler, o ex tour manager da banda, Skip Rickert, o técnico de baterista Nick Rob Corsie, o lendário fotografo de rock and roll Gene Kirkland, diretor de cinema, saudosos jornalistas historiadores de metal, o cineasta Bob NalbandianJames Rota Emily Burton do Fireball Ministry, a ex-noiva de NickTerri EvansIki Levy da Soultone Cymbals e muitos outros.

Ao final da noite de 21 de maio de 2016, Nick Menza desmaiou após sofrer um ataque cardíaco durante um show com Chris Poland Robertino “Pag” Pagliari com a banda de jazz/fusion OHM, no The Baked Potato, em Studio City, Califórnia. Menza foi declarado morto na chegada ao hospital. O Departamento de Médicos Legistas do Condado de Los Angeles atestou que Nick Menza morreu de doença cardiovascular hipertensiva e aterosclerótica.

Menza conquistou seu lugar como baterista um dos bateristas mais ferozes durante o pico de 10 anos do Megadeth no topo. O ponto alto de sua carreira, segundo ele, foi tocar no Rock in Rio diante de mais de 100 mil pessoas. O ponto baixo foi ser demitido por Dave Mustaine, enquanto ainda estava acamado no hospital após a cirurgia para remover o que os médicos temiam ser um crescimento cancerígeno.

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #278
Janeiro/Fevereiro

SIGA-NOS

43,2k

57k

17,4k

1k

22,3k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes