fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

5 Clássicos com a voz de LARS-GÖRAN PETROV

O vocalista sueco Lars-Göran Petrov, mais conhecido como L-G Petrov foi certamente um dos mais influentes de todo o cenário da música extrema, em especial do death metal. Sua contribuição foi imensa, e em seu currículo acumulam-se participações em bandas que se tornaram lendas do underground. Desde aquelas que nunca passaram das demos até aquelas que se tornaram sucesso em todo o mundo, o vocalista sempre entregou uma performance única, digna de um gigante do estilo. Boa gente, talentoso e humilde, o mundo ficou um pouco mais ‘sem graça’ sem sua presença. Aqui destacamos 5 obras que você precisa ouvir da ‘voz do death metal’.

ENTOMBED A.D. – Bowels Of Earth (2019)

A história é bem conhecida, após uma ameaça de problemas com o uso do nome Entombed, L-G e seus asseclas decidiram seguir em frente sob o nome Entombed A.D., uma nova banda que logo de cara assumia a base de fãs da antiga lenda do death metal. A estreia com Back To The Front (2014) foi animadora, e mostrou que a maior parte dos velhos fãs aprovava a ‘nova’ banda, que seguiu em turnês avassaladoras, seja com seu debut, seja com seu sucessor, Dead Dawn, de 2016. Poucos anos mais tarde, em 2019, veio o terceiro capítulo dessa nova jornada, o aqui destacado Bowels Of Earth. Típico ‘grower’, o terceiro disco do Entombed A.D. é um daqueles que cresce ao longo de sucessivas audições, então, não economize na quantidade de vezes que você dará o ‘play’ neste álbum.

FIRESPAWN – Abominate (2019)

Você é daqueles que curte o conceito de supergrupo? Pois bem, o Firespawn é provavelmente a formação que mais se adequa ao termo, especialmente se estivermos falando de um supergrupo de death metal sueco. Com L-G Petrov (voz), Victor Brandt (guitarra, AEON, ENTOMBED A.D.), Fredrik Folkare (guitarra, UNLEASHED), Alex Friberg (baixo, ex-NECROPHOBIC) e Matte Modin (bateria, DEFLESHED, ex-DARK FUNERAL) na formação, este é o terceiro álbum completo do FIRESPAWN, e um registro quase que perfeito daquilo que significa o termo ‘old school death metal’. Viaje nas ótimas The Undertaker, The Gallows End, Godlessness e The Great One, três exemplos daquilo que de melhor aconteceu em 2019.

NIHILIST – Nihilist (1987-1989) (2005)

Ouvir qualquer uma das velhas demos do lendário NIHILIST é  como ter acesso irrestrito a cada um dos porões e garagens onde foi forjado o death metal sueco. Então, ter a chance de ouvir um compilado das suas demos, isso é questão de honra para qualquer fã do gênero que se preze. Aqui, temos um compilado das demos Premature Autopsy (1988), Only Shreds Remain (1988) e Drowned (1989), além de mais algumas preciosidades não tão simples de serem encontradas por aí. Lançada originalmente em 2005 via  Threeman Recordings, essa é ainda hoje a melhor coletânea do velho material do NIHILIST.

COMECON – Megatrends In Brutality (1992)

Foi uma história que ninguém entendeu direito na época: depois de gravar o imbatível Left Hand Path, L-G estava fora do ENTOMBED. As razões apontadas também eram das mais insólitas, talvez você lembre que foi dito que L-G teria saído com a então namorada do baterista Nicke Andersson, e isso teria causado a ruptura. Pois bem, o Entombed seguiu seu caminho com Clandestine, e Petrov mandou bala no COMECON, uma dessas bandas que serão eternamente consideradas ‘cult’. Os motivos para você adorar este Megatrends In Butality não são poucos, mas vamos dizer que a veia ‘extremo sulamericano’ em nos riffs thrash de Armed Solution e The Future Belongs to Us, aliada com aquele timbre típico da escola sueca, já justificam a presença do ‘debut’ do COMECON nesta lista.

ENTOMBED – Left Hand Path (1990)

Muito se fala que o NIHILIST teria encerrado atividades apenas para se livrar de um certo integrante (que voltaria ao cenário liderando o UNLEASHED), e que por isso teria renascido tão rapidamente como ENTOMBED. Não importa o quanto dessa falácia é verdade, pois o que importa mesmo é que o ENTOMBED é sim o herdeiro natural do legado do NIHILIST, e nenhum outro álbum prova isso tão solenemente quanto este Left Hand Path. Clássico da capa (uma obra soberba de Dan Seagrave) até as fotos promocionais de Micke Lundström, é no repertório que esse disco se prova a obra máxima do gênero. Sem hesitar, ouça na íntegra essa obra-prima do metal, mas dê atenção especial para as soberbas Revel In Flesh, Drowned e Left Hand Path, e entenda a razão de tantas vidas terem mudado após a audição deste álbum.

Infelizmente, a jornada deste grande ícone do metal extremo foi encerrada agora em 7 de março. Lars-Göran Petrov lutava contra um câncer no duto biliar, diagnosticado em 2020. Para aqueles que acompanhavam as suas mídias sociais, L-G sempre mostrou bom humor, e nem por um único segundo deixou de lutar. A grande voz do death metal deixou o nosso mundo, mas a lembrança e a sua obra para sempre viverão na nossa memória. Em nome de toda a equipe da ROADIE CREW, descanse em paz, Lars.

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #278
Janeiro/Fevereiro

SIGA-NOS

43,2k

57k

17,4k

1k

22,3k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes