fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

ARCH ENEMY: primeiro álbum solo da vocalista ALISSA WHITE-GLUZ está pronto

Enquanto não sai Deceivers, novo álbum do Arch Enemy, que está agendado para o dia 29 de julho, via Century Media, a vocalista Alissa White-Gluz falou sobre as gravações de seu primeiro trabalho solo. Em entrevista ao podcast Vox&Hops, que é apresentado por Matt McGachy, vocalista do Cryptopsy, Alissa revelou detalhes sobre o material. “O que aconteceu foi que foi anunciado (em 2016) que eu assinei (com a Napalm Records) para um álbum solo. Tudo o que fiz foi assinar para fazer um (álbum), mas acho que muitas pessoas interpretaram que eu tinha um álbum que estava pronto para lançar. Então, basicamente, quando surgiram as notícias sobre este álbum solo, a única coisa que aconteceu naquele momento foi que eu concordei em fazer um. Eu estava em turnê por, tipo, trezentos dias do ano até 2020. E agora está feito, porque no momento estou em casa há tempo suficiente para compor as músicas e concluí-las. Está incrível (o álbum) e eu o adoro”.

Alissa esclareceu o motivo de ainda não ter definido uma data de lançamento, apesar de seu álbum já estar pronto. “Não há nada que o impeça (de ser lançado) – está pronto -, mas preciso ter cuidado com a forma de lançamento, porque agora há tantos lançamentos acontecendo que quero ter certeza de dar à música a atenção que ela merece. Então, não vai sair ao mesmo tempo do que um álbum do Arch Enemy, com certeza, porque isso não é uma boa ideia, mas vou encontrar um tempo para lançá-lo de uma maneira que faça sentido”.

A cantora também deu detalhes do álbum: “Na verdade, não soa como Arch Enemy. Ainda sou eu, então vai soar um pouco como Arch Enemy, mas é meio diferente, é uma espécie de amálgama daquele lugar realmente interessante em que você está quando é um músico iniciante, porque, embora eu não seja uma vocalista ou compositora iniciante, sou uma guitarrista iniciante – sou muito ruim na guitarra. Então, quando estou escrevendo músicas na guitarra, tenho uma abordagem que, provavelmente, é totalmente errada, e acho que é isso que torna as coisas legais. É diferente – é uma abordagem um pouco ortodoxa. Quero dizer, ainda posso tocá-la, mas não é meu instrumento principal, então, quando estou compondo riffs em uma guitarra, estou escrevendo como uma vocalista compondo riffs em uma guitarra. Alguns podem argumentar que é mais ou menos assim que Michel (Amott, Arch Enemy) compõe também, porque seus riffs são tão ‘cantantes’. Mas, sim, compus um monte (de riffs) com Jeff (Loomis, Arch Enemy) e, na verdade, fiz um monte com muitas outras pessoas – não quero estragar (a surpresa) e anunciá-las todas agora. Porém, há canto limpo, há rosnados, claro, e outras técnicas vocais interessantes com a nota gritando e algumas coisas operísticas. É um álbum pesado. Não sei em que gênero rotular. É totalmente auto-produzido nesse sentido. É honesto. É exatamente o que senti vontade de compor. Há alguns elementos prog, alguns elementos rock and roll e há muito metal nele, obviamente. Mas, sim, estou muito feliz com isso”, revelou. “Espero que outras pessoas gostem também, basicamente”.

Apesar de não mencionar nomes que estarão presentes em seu primeiro álbum solo, Alissa escreveu uma música com Oliver Palotai, tecladista do Kamelot, e em 2017 ela havia confirmado que contaria com a parceria de ao menos um de seus parceiros de Arch Enemy – supostamente o mencionado Jeff Loomis.

Segundo Alissa, foi sua antecessora no Arch Enemy, Angela Gossow – hoje empresaria da banda e supervisora de sua carreira pessoal -, que a atiçou com a ideia de um projeto solo. Em entrevista à Duke TV, Alissa disse que o álbum será lançado sob a supervisão de Angela, porque ela queria “manter as coisas simples” e “deixar bem claro quem é e o que é”. Para trabalhar no álbum, muita coisa mudou na vida de Alissa. Entre outras coisas, ela construiu um estúdio e investiu muito tempo e dinheiro para aprender a projetar e gravar, programar bateria e melhorar o seu modo de tocar guitarra. “É claro que no álbum em si teremos músicos de verdade tocando todas essas coisas, mas em termos de apenas definir o estilo e a composição, é algo que preciso começar por conta própria”.

A ROADIE CREW agora tem um canal no Telegram!

Participe para receber e debater as principais notícias do mundo do metal

https://t.me/roadiecrew

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #279
Março/Abril

SIGA-NOS

44,2k

57k

17,3k

1k

22,5k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes