fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Em Portugal, neonazistas estão ameaçando brasileiro DMITRY LUNA, vocalista do MYRKGAND

Radicado em Portugal há alguns anos, o vocalista brasileiro Dmitry Luna, do Myrkgand, afirma estar sendo ameaçado por grupos neonazistas. O motivo seria um vídeo no qual ele questiona radicais pela manifestação ocorrida no último sábado (03) contra aquilo que eles consideram como “islamização da Europa”.

No dia de ontem (07), Luna registrou boletim de ocorrência após receber ameaças não apenas pelas redes sociais como também por telefone. Segundo relata, os neonazistas informaram que irão pegá-lo na rua e até já teriam mapeado os locais frequentandos pelo brasileiro.

De acordo com o Correio BrasilienseDmitry não sabia quem eram as cerca de 100 pessoas que estavam reunidas no Largo de Camões, no centro de Lisboa, criticando a presença de imigrantes em Portugal. Ele relata que assim que tomou conhecimento por meio da própria polícia, começou a filmá-los e a desqualificá-los. Um dos organizadores da manifestação, Nuno Antunes, o agrediu verbalmente: “Volte para a sua terra, seu macaco”. Em sua conta no Instagram, no entanto, Dmitry postou o vídeo da manifestação e escreveu na legenda:

“Em pleno 2024 a gente tem que ver esse tipo de coisa retrógrada e burra.

Fui confrontar um bando de imbecis doentes que estavam fazendo uma manifestação CONTRA imigrantes em Portugal, na praça Luís de Camões em Lisboa.

 Claro que, como bom brasileiro que sou, fiz questão de ir lá confrontá-los. Xinguei todo mundo de “c0rn0” e filho da “p00Lta” e esses frouxos não tiveram coragem de me peitar quando desafiei todos de uma só vez.

Se conformem com isso: Portugal tá dominado. É tudo nosso!”

 

A manifestação, que prosseguiu até a Praça do Município, local onde fica a sede da Câmara Municipal, foi organizada por um assumido radical de direta, de nome Mário Machado, que defende o lema “Portugal para os portugueses” e é contra imigrantes vivendo no país. Dmitry, que alega não ser ativista político de bandeira nenhuma, diz ter sido ameaçado pelo cidadão e devido a isso o denunciou à Polícia. “Fiz questão de entregar para a polícia as cópias de todas as ameaças que recebi, inclusive desse Mário, acusou. “Critico os dois lados. Sempre critiquei, assim como elogio o que fazem de bom. Agora, não dá para aceitar esses movimentos nazistas, que atacam todos os imigrantes. Eu sou imigrante. Com essas pessoas fascistas não há conversa. Por isso, optei pelo deboche. E estão me ameaçando”, ressalta.

O movimento dos neonazistas estava marcado para ocorrer no bairro de Martim Moniz, onde se concentra grande parte dos imigrantes muçulmanos em Lisboa. Na convocação para a manifestação, os radicais pediam que seus apoiadores levassem chicotes e tochas para expulsar os estrangeiros que “querem acabar com a população branca portuguesa por meio da miscigenação”.

Temendo qualquer ato de violência ou vandalismo, a Câmara Municipal de Lisboa proibiu a manifestação em Martim Moniz. Os neonazistas acabaram se concentrando no Largo de Camões, no Chiado, sob forte esquema policial. O líder do movimento disse que a manifestação foi esvaziada por causa da campanha contra feita pela imprensa.

Além do MyrkgandDmitry, de 33 anos, também já integrou as bandas Hate EmbraceIncarcehatedMalkuthNecrohunter Warcursed

Dmitry Luna

Siga o canal “Roadie Crew” no WhatsApp:

https://whatsapp.com/channel/0029VaDAMivHQbSBJR6hmy45

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #278
Janeiro/Fevereiro

SIGA-NOS

43k

57k

17,4k

1k

22,3k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes