fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Família de NICK MENZA reabre ‘Mega-cofre’ de relíquias do saudoso baterista do MEGADETH para leilão

A família de Nick Menza reabriu o ‘mega cofre’ do saudoso baterista, que inclui recordações pessoais e privadas, ou seja, itens selecionados e autografados de seus tempos de Megadeth, que agora serão leiloados.

Através de um vídeo promocional de pouco mais de dois minutos, o ex-parceiro de Menza no Megadeth, o baixista David Ellefson, declarou: “Agora os fãs terão a oportunidade de poussuir um pedaço dessa MEGA-história única e também apoiar a produção do próximo documentário de Nick Menza, This Was My Life: The Story of Nick Menza. Confira:

Esses itens incluem um raro colete marrom de camurça que Nick usou durante a sessão de fotos/vídeo do álbum Youthanasia (1994), assinado por Dave Mustaine e pelo próprio Ellefson, e doado de volta ao cofre pelo fã do Megadeth, Jimi Austin.

Outros itens incluirão 19 ‘tour-books’ com itinerários das turnês dos álbuns Countdown to Extinction, Youthanasia e Cryptic Writings, de propriedade pessoal de Menza, com autógrafos autênticos do próprio baterista.

Todo esse material será leiloado no próximo domingo, 10 de abril, às 19h PST / 22h EST / 3h GMT, via www.thiswasmylifefilm.com e durarão duas semanas, terminando no dia 24 de abril.

Os itens do leitão podem ser vistos neste local. Todos os rendimentos irão para os custos finais de produção do próximo documentário de Nick Menza, This Was My Life: The Story of Nick Menza.

O filme está sendo produzido, dirigido e editado por Holly Mollohan, da Screaming Butterfly Entertainment, e coproduzido por David Ellefson, da Ellefson Films. Ellefson também faz a locução do filme, para guitar o espectador através da exploração da vida do falecido baterista do Megadeth.

Recentemente, a Screaming Butterfly Entertainment e a Ellefson Films lançaram um segundo ‘sizzle reel’ o aguardado documentário de longa-metragem, que pode ser visto abaixo.

O clipe apresenta entrevistas com a família Menza, com os ex-membros do Megadeth Chris Poland e Jeff Young, com o baterista Chris Adler (Lamb of God/Megadeth/Firstborne), com o ex-tour manager da banda, Skip Rickert, com o técnico de bateria de Nick, Rob Corsie, com o lendário fotógrafo de rock Gene Kirkland, com o diretor de cinema Bob Nalbandian e James Rota, e com Emily Burton, do Fireball Ministry.

This Was My Life… será o primeiro filme a homenagear o legado de Menza e a celebrar sua vida exatamente como ela foi. É descrito em um comunicado de imprensa como “uma exploração inabalável da vida de um dos bateristas de thrash metal mais bem sucedidos de todos os tempos, autorizada pela família Menza. Desde a infância até o fim de sua vida, incluindo um verdadeiro relato passo a passo das repetidas tentativas fracassadas de reunião da formação clássica do aclamado álbum do Megadeth, Rust in Peace (1990).

O filme apresentará fotos raras nunca antes vistas e vídeos da coleção de fitas VHS de Nick, filmadas por ele mesmo entre os anos de 1988 e 1991. Conteúdo exclusivo estará incluído, mostrando Nick trabalhando em estúdio, filmagens caseiras de cunho pessoal, tempo livre e festas com Dave MustaineDavid Ellefson Marty Friedman, bem como com outros músicos conhecidos da época, com os quais Nick e o Megadeth excursionaram.

A foto da capa do filme foi feita pelo fotógrafo musical de Los Angeles Alex Solca e desenhada pelo art designer brasileiro Alcides Burn, da Burn Artworks, por indicação de Leandro Nogueira Coppi, da revista Roadie Crew.

A autobiografia oficial de Menza, Megalife: The Autobiography of Nick Menza, do também saudoso J. Marshall Craig, foi lançada em dezembro de 2018, via Post Hill Press.

Ao final da noite de 21 de maio de 2016, Nick Menza desmaiou após sofrer um ataque cardíaco durante um show com Chris Poland e Robertino “Pag” Pagliari com a banda OHM, no The Baked Potato, em Studio City, Califórnia. Menza foi declarado morto na chegada ao hospital. O Departamento de Médicos Legistas do Condado de Los Angeles declarou que Nick Menza morreu de doença cardiovascular hipertensiva e aterosclerótica.

Nick ganhou seu lugar como um dos bateristas mais ferozes do heavy metal durante o pico comercial de 10 anos do Megadeth. Segundo Nick, o ponto alto de sua carreira foi tocar no “Rock in Rio”, no Brasil, para mais de 100.000 pessoas no Estádio Mário Filho, o popular Maracanã, no dia 23 de janeiro de 1991 (Na ocasião, o Megadeth dividiu palco com Guns N’ Roses, Judas Priest, Queensrÿche, Sepultura e Lobão. Em contrapartida, o ponto mais baixo ele alegava que foi ter sido ser demitido pelo líder do Megadeth, Dave Mustaine, enquanto ele ainda estava em uma cama de hospital após uma cirurgia para remover o que os médicos temiam ser um tumor canceroso.

A ROADIE CREW agora tem um canal no Telegram!

Participe para receber e debater as principais notícias do mundo do metal

https://t.me/roadiecrew

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #279
Março/Abril

SIGA-NOS

45k

57k

17,3k

989

22,6k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes

plugins premium WordPress