fbpx
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

PAIN anuncia novo álbum de estúdio, “I Am”; assista ao clipe de “Go with the Flow”

POR ASSESSORIA

O PAIN anunciou seu novo álbum – o aguardado I Am, que será lançado no dia 17 de maio pela Nuclear Blast Records. Com o primeiro single “Go With The Flow”, o projeto industrial sueco PAIN define o tom para seu próximo e 9º álbum de estúdio I Am. A faixa vem bem acompanhada por um vídeoclipe de alta qualidade que conta com a participação do ator Peter Stormare (vencedor da Palma de Ouro por “Dançando no Escuro”, além de participações em “Fargo”“Prison Break”“The Big Lebowski”) e Peter Tägtgren, abrilhantando ainda mais o retorno do PAIN.

Peter Tägtgren comenta:
“O single Go with the flow me leva de volta ao sintetizador do pop dos anos 80. Escrever mais nessa direção era uma ideia que eu tinha há um tempo, então comecei a tirar os sintetizadores analógicos, me empolguei e claro, eu precisava voltar com um refrão cativante para o Pain. A parte mais difícil foi escrever a letra da música e decidir qual estilo usar para cantar… a letra é sobre o meu pensamento negativo e precisar deixar de pensar em coisas quando estas não saem como planejado, superar os erros que cometi e seguir em frente.”

Ouça “Go With The Flow” aqui: https://pain.bfan.link/go-with-the-flow
Assista ao videoclipe para “Go With The Flow” aqui: https://youtu.be/6kkBAjdRzpw
Faça a pré-venda do novo álbum I Am aqui: https://pain.ffm.to/iampa

I Am Tracklist:

  1. I Just Dropped By (to say goodbye)
  2. Don’t Wake The Dead
  3. Go With The Flow
  4. Not For Sale
  5. Party In My Head
  6. I Am
  7. Push The Pusher
  8. The New Norm
  9. Revolution
  10. My Angel
  11. Fair Game

Sobre o PAIN:
É 2021 e uma pandemia está sufocando o mundo – e ninguém parece estar se divertindo. O incansável entusiasta da música, Peter Tägtgren, não poderia se importar menos ao acertar em cheio com – perdoe a linguagem forte – um hino de festa extremamente cativante. Estamos falando, é claro, da música ‘Party in My Head’ do projeto de metal com sintetizadores PAIN.

“Eu realmente não sei o que há em ‘Party in My Head’ que fez – ainda faz – as pessoas enlouquecerem com ela… Mas o que eu sei com certeza é que a música já foi aproveitada milhões e milhões de vezes. Os números são bem loucos! Claro, não é estranho o PAIN escrever músicas dançantes e cativantes, embora metálicas… Isso sempre esteve no DNA deste projeto. Mas vamos encarar: se o mundo realmente precisava de ‘hinos de festa’ de um velho cínico como eu, algo está seriamente errado”, ri Peter.

Nosso amado planeta pode estar ferrado, mas ainda não parece haver muito de errado no mundo do PAIN à medida que 2024 avança rapidamente no calendário. Simplesmente não pode haver, porque o novo e aguardado álbum de estúdio do PAINI Am, está quase aqui – sim, após oito anos de espera.

“O álbum anterior ‘Coming Home’ saiu em 2016 – e claro que houve uma turnê depois disso. Em 2019, lancei um álbum chamado ‘F & M’ com o cantor do Rammstein, Till Lindemann, um projeto que deixei em 2020. Em 2021, foi a hora da minha banda de death metal Hypocrisy retornar com um novo álbum ‘Worship’ – e claro que fizemos outra turnê. Se isso não fosse o suficiente, vamos acrescentar que houve um álbum de estúdio com Joe Lynn Turner em 2022… Em outras palavras: os últimos oito anos passaram num piscar de olhos”Peter suspira.

“Depois de tudo isso, era o momento perfeito para o PAIN retornar com tudo novamente. Eu me senti empolgado, para dizer o mínimo. Nem é preciso dizer, o sucesso de ‘Party in My Head’ deu ao processo do álbum um começo explosivo!”

Vamos deixar uma coisa clara: o poderoso som de I Am é um míssil musical versátil – se não o mais versátil – na rica discografia do PAIN. As novas músicas vão a todos os lugares com riffs industriais pesados, vibrações melancólicas assustadoras e ritmos cheios de groove – sem esquecer das surpresas, é claro.

“Não há limites com o PAIN. Eu simplesmente tenho uma ideia interessante para uma música e ao longo do caminho ela pode se transformar em qualquer coisa. Às vezes, também gosto de surpreender as pessoas deliberadamente seguindo um caminho musical excitante onde acontecem coisas inesperadas”, descreve Peter.

“Se eu tinha um grande objetivo desta vez, era adicionar mais intensidade e arestas às músicas. ‘Coming Home’ ficou ótimo, mas pensando bem agora, talvez eu estivesse um pouco demais na minha ‘adoração a David Bowie’ com as coisas orquestrais e os violões acústicos. Desta vez, eu definitivamente queria mais ritmo, agressividade e uma atmosfera industrial. Voltando aos velhos tempos do PAIN? Talvez um pouco…”

“I Am” também é mais um assunto de família do que nunca. Meu filho Sebastian – também baterista do PAIN – escreveu a música para ‘Revolution’ e ‘Don’t Wake the Dead’. Essas músicas incríveis adicionam uma largura para um álbum que já é versátil. No geral, completar “I Am” exigiu muito compor, escrever, pensar, experimentar, fazer e refazer. Foi um processo longo e às vezes desafiador, mas nunca doloroso!”

Falando em surpresas… Qual música dará aos fãs o maior efeito uau desta vez?

“Deve ser ‘Go With the Flow’. Eu me atrevo a insistir que quando ela começa a tocar, até os conhecedores profundos da música do PAIN estão se perguntando o que diabos está acontecendo aqui. Eu diria que é a minha música ‘Depeche Mode nos anos 80′”Peter ri.

“Liricamente, ‘Go With the Flow’ representa um momento ligeiramente mais brilhante na escuridão. Eu sempre tendo a pensar que tudo está indo para o inferno, mas com esta música eu digo a mim mesmo, ‘vamos lá cara, deixe as coisas assim por uma vez e vá com o fluxo’.”

Pode haver esses raros raios de luz do farol, mas a escuridão ainda prevalece.

“A faixa-título do álbum começa com a letra ‘não há esperança no vale da morte’. E se eu olhar para as letras, eu poderia desenterrar muitos outros exemplos de humores sinistros semelhantes. Mas ei, um cara sarcástico como eu e esses tempos sombrios em que vivemos… Você está esperando algumas caras sorridentes aqui? Bem, sorridentes ou não, o PAIN vai estar ocupada no futuro previsível. Haverá muitas turnês para apoiar o disco. Festivais de verão, turnês extensas aqui e ali e mais”Peter diz.

“E quanto ao futuro? Me pergunte novamente em oito anos pois já foram alguns álbuns de estúdio de bandas diferentes, um monte de shows e mais um pouco. Sim, Eu sou o que eu sou.”

Visite PAIN online:

Siga o canal “Roadie Crew” no WhatsApp:

https://whatsapp.com/channel/0029VaDAMivHQbSBJR6hmy45

Compartilhe:
Follow by Email
Facebook
Twitter
Youtube
Youtube
Instagram
Whatsapp
LinkedIn
Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS

EXCLUSIVAS

ROADIE CREW #279
Março/Abril

SIGA-NOS

45k

57k

17,3k

989

22,6k

Escute todos os PodCats no

PODCAST

ROADIE SHOP

SIGA-NOS

Cadastre-se em nossa NewsLetter

Receba nossas novidades e promoções no seu e-mail

Copyright 2024 © All rights Reserved. Design by Diego Lopes

plugins premium WordPress