fbpx
Roadie News

JUDAS PRIEST: “Andy Sneap foi o substituto perfeito para Glenn Tipton”

O baixista do lendário grupo de heavy metal britânico JUDAS PRIEST, Ian Hill concedeu entrevista recentemente para Val Tapia, da ‘38IZ Videos’. Perguntado sobre como Andy Sneap está se saindo na árdua tarefa de substituir o guitarrista original do JUDAS PRIEST, Glenn Tipton – que anunciou há dois meses que estava se afastando da estrada devido à sua batalha contra a doença de Parkinson – Hill disse: “Ele está indo muito, muito bem, especialmente quando você considera que ele só teve cerca de três semanas para ensaiar um repertório de quase duas horas, com intervalos para os solos. E, claro, enquanto a turnê segue adiante, ele está ficando mais confiante no palco, e está fazendo algumas performances incríveis. Então, musicalmente, não há nada faltando – ninguém vai sentir falta de nada musicalmente. Visualmente, claro, tem uma grande diferença. Glenn não está lá. Ele tem sido parte da banda por todos esses anos, por mais de 40 anos”.

Ian continuou: “Foi uma pancada muito forte quando [Glenn] disse que não poderia fazer a turnê. Não foi uma surpresa; acho que todos nós sabíamos que isso não iria acontecer desta vez. Ele foi diagnosticado pouco antes da turnê de Redeemer Of Souls, e durante os ensaios da banda, ele era bem difícil para ele começar. Mas, com o passar do tempo, ele foi melhorando a cada dia, ao ponto de fazer algumas performances tremendas na última turnê. E nós estávamos meio que esperando que isso acontecesse desta vez também, mas depois da primeira semana, nós sabíamos que ele não poderia fazer isso, foi realmente uma coisa trágica. A parte mais difícil foi Glenn se convencer de que ele podia não podia mais fazer isso. Mas Andy assumiu esta responsabilidade, e está fazendo um ótimo trabalho – ele realmente está fazendo um ótimo trabalho. Ele é uma espécie de substituto perfeito, na verdade, na medida em que ele é íntimo com o novo material, ele conhece a estrutura de todas as novas músicas, o que é muito importante quando você está tentando aprender alguma coisa. E ele também sempre foi um fã da banda, então você pode confiar que ele vai honrar a herança da banda, por assim dizer. Então, ele foi a escolha perfeita”.

Tipton descobriu que tinha Parkinson há quatro anos – depois de ter sido acometido pela condição degenerativa pelo menos meia década antes – mas só recentemente anunciou que iria ficar de fora das atividades de turnê em apoio ao último álbum do JUDAS PRIEST, Firepower. O guitarrista, que agora tem 70 anos e tocou em todos os álbuns da banda desde a estreia em 1974 com Rocka Rolla, não está deixando o JUDAS PRIEST, apenas não consegue lidar com os rigorosos desafios da performance ao vivo. Ele está sendo substituído em turnê pelo produtor do álbum Firepower, Andy Sneap, também conhecido por seu trabalho como guitarrista no HELL, e no SABBAT, além da quantidade incrível de álbuns de outros artistas que produziu.

O JUDAS PRIEST deu início à turnê mundial de Firepower em 13 de março, no Mohegan Sun Arena em Wilkes-Barre, Pensilvânia (EUA).

Edições avulsas, assinatura física e digital.

Conheça a nossa Roadie Crew Shop – acesse https://roadiecrew.com.br/roadie-shop

Recomendamos Para Você

Fechar
Fechar